Connect with us

Curiosidades

Ele fez massagem em cachorro que estava morrendo envenenado e comoveu internautas! Veja o vídeo

Published

on


“Eu estava disposto a fazer o possível”
, foi dessa forma que o estudante de medicina veterinária Lucas Pereira respondeu ao ‘chamado’ para atender um cãozinho com parada cardíaca possivelmente após ter sido envenenado.

O momento de pura tensão e muita aflição pra quem vê aconteceu na terça (19), em Piranhas (GO). O vídeo da cena viralizou na internet e Lucas recebeu muitos elogios pelo controle da situação.

Lucas é estudante da Univar e estava no intervalo de uma aula de EAD quando escutou gritos de “o cachorro tá morrendo” vindo da rua.

estudante veterinária faz massagem cardíaca cachorro
Lucas reanimou o cãozinho que tinha sinais de envenenamento. Imagem: Reprodução/Instagram @lucas_martins6

“Chegando lá, eu vi que ele estava quase entrando em óbito. Aí comecei os procedimentos de retirar a saliva. Para reanimá-lo, fiz a massagem cardíaca”, comenta Lucas.

A massagem durou quase cinco minutos, até que terminou e o cãozinho se levantou.

Lucas, que está apenas no primeiro semestre da faculdade, disse que ficou apreensivo. “Fiquei com medo dele não reagir com a massagem.”

estudante veterinária faz massagem cardíaca cachorro
Imagem: Reprodução/Instagram @lucas_martins6

“O sentimento de ter salvo o cachorrinho me trouxe mais ainda a certeza de que quero ser um médico veterinário.”

cachorro levanta chão após receber massagem cardíaca

Cuidados

Lucas deu comida ao cãozinho, deu água e também um caldo de carvão aditivado para o pobrezinho, já que ele tinha sinais de envenenamento, “isso ajudou a retirar o veneno do organismo”.

“Tudo indica que ele foi envenenado. Por conta da situação clínica dele. Vômito, urinando e muita saliva saindo pela boca. Porém, a origem do veneno não se sabe.”

Estudante pensa em adotar o doguinho

Ninguém da vizinhança conhecia o cachorro, nem mesmo o Lucas.

O cãozinho foi liberado após receber os cuidados de Lucas. Se o dono não aparecer, ele pensa em adotar o bichinho.

Advertisement
Advertisement

“Estamos procurando ele para adota-ló. Não ficamos com ele por não saber se é de rua ou se ele tinha dono. Aqui na vizinhança ninguém conhecia ele”, comenta.

Envenenamentos são recorrentes

Infelizmente, essa é uma dura realidade. Eu mesmo tive uma gatinha que foi envenenada por “alguém da rua”. Lucas deixa uma mensagem para que as pessoas não façam isso.

“A mensagem que quero deixar é que as pessoas tenham mais amor aos animais, pois eles não conseguem falar a causa de seus problemas e doenças, igual nós humanos conseguimos. Eles sentem a mesma dor que nós humanos sentimos. Então, não os envenene.”

Confira o vídeo:

Fonte: via

Advertisement
Advertisement
Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 | BBB News | Todos os direitos reservados