Connect with us

Curiosidades

Não lavar as mãos pode ser muito mais sujo do que você pensa!

Published

on

Com a chegada aterrorizante do novo coronavírus, mais pessoas começaram a ficar conscientes sobre a necessidade de manter as mãos higienizadas, independente de se estar em um cenário de pandemia ou não. E para comprovar de uma vez por todas que as nossas mãos estão cheias de minúsculos seres vivos a todo o momento, uma professora da cidade de Idaho Falls, nos Estados Unidos, divulgou um experimento que realizou com seus alunos.

Jaralee Metcalf, assim que começou o último inverno norte-americano, em dezembro do ano passado, decidiu conduzir o experimento após perceber que estava cansada de sempre estar doente. Ela mostrou aos seus alunos, então, a importância de estar com as mãos sempre limpas — mesmo que as bactérias continuem vagando pelas salas de aula e não tenha muito o que se fazer em relação a isso.

Para explicar, então, como os micróbios se espalham, Jaralee pediu para que os alunos fizessem a higienização das mãos de diferentes formas, e após cada uma dessas ações eles tocassem em uma fatia diferente de pão. Cada fatia foi guardada em uma embalagem plástica e transparente para que fosse possível acompanhar de perto o que aconteceria com os alimentos após um mês.

As fatias foram divididas em: tocadas com as mãos sujas, com as mãos limpas com álcool em gel, higienizadas com água e sabão e, além delas, uma fatia sem nenhum toque serviria como controle. Por fim, também utilizaram uma fatia limpa de pão para esfregar nos notebooks (Chromebooks) da sala. Após um mês, a fatia que mais resistiu foi aquela tocada com as mãos limpas com água morna e sabão, ficando praticamente intacta, similar à fatia que não foi tocada (exceto pela formação de um l eve bolor, o que é normal devido ao fermento do pão).

Advertisement
Fatia tocada com mãos lavadas com água e sabão, e outra que não foi tocada (Reprodução: Facebook/Jaralee Annice Metcalf)
Advertisement

A fatia que foi tocada após o uso de álcool em gel mostrou que as bactérias continuavam lá, convivendo com uma mancha grande de mofo. Já a fatia tocada com as mãos sem lavar também estragou, mas nela as bactérias fizeram um trabalho e tanto: além do mofo, causado por fungos, o pão ficou com um aspecto podre bem maior.

Fatia tocada com as mãos sujas (Reprodução: Facebook/Jaralee Annice Metcalf)
Fatia tocada com as mãos limpas com ácool em gel (Reprodução: Facebook/Jaralee Annice Metcalf)

Se as fatias tocadas com pouco cuidado já trouxeram resultados indigestos, se prepare para ver o que aconteceu com a fatia de pão que foi esfregada nos computadores. Como mostra a foto abaixo, a mancha verde de mofo e bactérias toma conta de quase toda a fatia:

Fatia esfregada em Chromebooks (Reprodução: Facebook/Jaralee Annice Metcalf)

O resultado mostra que não só as mãos precisam ser higienizadas com cuidado para evitar a contaminação por vírus e bactérias, como também os objetos em que tocamos. Em tempos de pandemia, o cuidado precisa ser redobrado, uma vez que o novo coronavírus é resistente em superfícies e o seu contágio é fácil e rápido.

Fonte: via

Advertisement
Advertisement

Copyright © 2018 | BBB News | Todos os direitos reservados